Coletânea

domingo, junho 05, 2005

 

Hoje comecei a riscar todos os dias

Composto antes de minha conversão,


inspirado no livro de Jó e em um poema de Camões,

Hoje comecei a riscar todos os dias,
o mesmo dia, o mesmo dia
como que para provar minha inocência
e de todos aqueles que, mal nascidos ou nem isso,
temem a morte e a vida em morte
mas não temem a morte em vida
nem a vida, ela mesma,
como a sucessão de dias
como este, em que eu, inocentemente,
risquei os dias iguais, o mesmo número,
o mesmo mês, ano e dia
de minha vida, de toda a vida
que vi vivida na tela de meus anos
passados, e o futuro, este ser ininteligível,
que se descarte, que se afaste de minha vida.

Comments: Postar um comentário

<< Home

Archives

Junho 2005   Outubro 2005   Novembro 2005   Dezembro 2005   Fevereiro 2006   Abril 2006   Junho 2006   Julho 2006   Setembro 2006   Outubro 2006   Março 2007   Abril 2007   Novembro 2010   Julho 2013   Outubro 2013  

This page is powered by Blogger. Isn't yours?